Escritor Emerson Machado lança novo livro para jovens adultos

07/10/2014 - Conhecido por suas obras para o público infantil e juvenil e por seus temas controversos para esse tipo de público (como a doação de órgãos e a homossexualidade para as crianças), o autor Emerson Machado lança mais um livro, dessa vez voltado ao público adolescente e de jovens adultos.

Em “Piratas da Lua Cheia”, o escritor de “O Investigador de Sótãos” (PNBE 2011) traz uma trama que envolve piratas e magia em uma aventura que pode agradar diversas idades.

“Sempre escrevo livros infantis e juvenis com temas amplos e abertos, como a doação de órgãos e a homossexualidade, mas dessa vez resolvi tratar de temas como coragem, amizade e vingança de uma forma diferente”, conta o autor que revela ter mudado um pouco o estilo de seu texto para o novo livro.

Em “Piratas”, Emerson usa muito do estilo de aventura, que tem feito muito sucesso entre os leitores ultimamente, êxito alavancado por livros recentes como os da série “Jogos Vorazes” e “Divergente”.

Porém, o autor conta que não deixou de tratar seus assuntos favoritos na aventura.

“Eliakim, o personagem principal deste livro, é um garoto de 15 anos que procura vingança depois de ouvir que seus pais, pesquisadores, foram mortos por um pirata malvado. Vingança é uma coisa muito séria e, mesmo que desencorajada, é um sentimento que sempre se faz presente na vida das pessoas, mesmo que apenas na ideia”, diz o escritor.

“Piratas da Lua Cheia” conta a história de Eliakim, que embarca em uma aventura em procura do terrível Capitão Moukío — suposto assassino de seus pais.

O que o jovem não entende é que vinganças sempre trazem consequências drásticas para a vida das pessoas e em sua jornada ele descobre que viver em um navio é bem mais que procurar aventuras, mas um grande aprendizado que pode levar para a sua vida.

A história se passa em um mundo fictício em que se encontram Civilha, ilha cuja capital, Barcoaria, é a cidade natal de Eliakim; a Ilha dos Escorpiões, uma pequena porção de terra dominada por aracnídeos; e Comertinente, que tem as maiores cidades desse mundo — tudo muito bem explorado pelo autor.

“Quando criei o mundo para ‘Piratas’, pensei como um lugar real para que as descrições realmente levassem o leitor àquele mundo e se sentisse do lado de Eliakim, que é um dos personagens já criados por mim que mais gosto”, revela o escritor.

Emerson conta ainda que “Piratas da Lua Cheia” é apenas a introdução para a grande aventura de Eliakim, que será contada em algum livro posterior.

“Eliakim será um capitão de navio, mas eu não podia simplesmente colocá-lo lá, em alto-mar, precisava mostrar como ele surgiu e de onde ele vem”, reflete o autor, tendo pensado em revelar o passado de Eliakim em flashbacks durante a aventura que o personagem viverá, mas que resolveu contar tudo de uma maneira mais atraente e criativa.

“Piratas da Lua Cheia” é o quinto livro de Emerson Machado, que também tem um conto publicado no livro “Novos autores curitibanos” — promovido pelo Litercultura Festival Literário, em um concurso apoiado pela Fundação Cultural de Curitiba.


Clique para ampliar.